Pesquisa

PROJETOS DE PESQUISA EXECUTADOS PELOS INTEGRANTES DO PET

2017

AVALIAÇÃO DA ADAPTABILIDADE DA CULTURA DA GOIABEIRA SERRANA NA REGIÃO DO ALTO VALE DO ITAJAÍ/SC

CARGA HORÁRIA: 04 horas (02 horas no campo, 02 horas de laboratório)
DATA DE INÍCIO: 01/01/2017
DATA DE TÉRMINO DA ATIVIDADE: 31/12/2017
ALUNO: MARCOS e JEFERSON
 
Descrição/Justificativa

A goiaba serrana é uma espécie adaptada a condições de clima frio, ocorrendo com maior frequência em regiões do Sul do Brasil, principalmente em altitudes superiores a 800 metros. Possui fruto com aroma bastante diferenciado em relação goiaba tradicional, as pétalas das flores podem ser destinadas ao consumo humano e, além disso, pode ser usada como planta ornamental. A goiaba serrana vem ganhando atenção nas regiões serranas de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, mostrando-se como uma alternativa de renda para a agricultura familiar dessas regiões. Não existem trabalhos referentes à adaptabilidade da goiaba serrana na região do Alto Vale do Itajaí, tornando o projeto de grande relevância para a comunidade.
 
Objetivos

  • Avaliar a adaptabilidade da cultura da goiaba serrana nas características edafoclimáticas na região do Alto Vale do Itajaí/SC.;
  • Analisar as propriedades físico-químicas dos frutos;
  • Elaborar práticas de manejo da cultura junto com os agricultores da região.

 
Como a atividade será realizada? (Metodologia)
 
O experimento vai para o quinto ano consecutivo, o pomar experimental de goiabeira serrana está implantado no Instituto Federal Catarinense, Campus Rio do Sul. Serão realizadas medições semestrais da altura e do diâmetro dos dois principais ramos de cada planta. Além disso, serão realizadas avaliações em laboratório das propriedades físico-químicas dos frutos. O manejo da cultura será realizado por todos os petianos do grupo. O projeto tem colaboração dos Professores Claudio Keske e Alexandra Goede, Flávia Queiroz e técnicos do IFC.

IMPLANTAÇÃO E ADAPTABILIDADE DE VARIEDADES DE MIRTILO SOB SISTEMA DE PRODUÇÃO ORGÂNICO PARA CIDADE DE RIO DO SUL/SC

CARGA HORÁRIA: 04 horas
DATA DE INÍCIO: 01/09/2017
DATA DE TÉRMINO DA ATIVIDADE: 31/12/2017
ALUNO: FELIPE STREY
 
Descrição/Justificativa
 
O mirtilo (Vaccinium myrtillus L.) é originário de algumas regiões da Europa e América do Norte. Apresenta grande valor econômico. O cultivo comercial do mirtilo está em franca expansão em países da América do Sul, tendo sua expansão sob influência em grande parte pela demanda mundial da cultura, sendo esta demanda geradora de oportunidades de negócio para o setor produtivo brasileiro, principalmente da nossa região. Sendo assim, IFC-Rio do Sul irá implantar um pomar com 90 mudas, com 06 variedades diferentes. Não existem trabalhos relacionados à adaptabilidade da cultura na região, sendo de grande importância o conhecimento sobre como a planta se adapta na região do Alto Vale do Itajai, SC.
 
Objetivos

  • Avaliar a adaptabilidade e produtividade da cultura do mirtilo, em sistema de cultivo agroecológico, na região do Alto Vale do Itajaí.
  • Analisar o crescimento da cultura diante os elementos climáticos.
  • Elaborar práticas de manejo da cultura junto com os alunos do técnico e posteriormente realização de dia de campo para os agricultores da região Alto Vale do Itajaí, SC.

Como a atividade será realizada? (Metodologia)
 
O projeto será desenvolvido na Estação Experimental do Instituto Federal Catarinense, Campus Rio do Sul. Serão implantadas 90 mudas de mirtilo. Serão realizadas medições mensais das propriedades físicas das plantas, além disso, serão utilizados dados meteorológicos da estação automática do IFC, para avaliar qual variedade melhor se adapta na região do Alto Vale do Itajaí, SC. O projeto terá como colaborador as professoras Alexandra Goede e Flávia Queiroz, além da equipe de técnicos do IFC.

AVALIAÇÃO DA ADAPTAÇÃO DA CULTURA DA NOZ PECAN NA REGIÃO DO ALTO VALE DO ÍTAJAI

CARGA HORÁRIA: 04 horas
DATA DE INÍCIO: 01/09/2017
DATA DE TÉRMINO DA ATIVIDADE: 31/12/2017
ALUNO: ORLANDO

Descrição/Justificativa

A nogueira pecã (Carya illinoensis K.) é uma árvore originária do sul dos EUA, são árvores caducifólias e pode produzir frutos pro aproximadamente duzentos anos. Os frutos são consumidos principalmente in natura, e possuir grande valor agregado. A nogueira tem mostrado alta adaptabilidade na região Sul do Brasil. Nenhum estudo tem mostrado a importância do cultivo da nogueira no Estado de Santa Catarina, principalmente na região do Alto Vale do Itajaí, tornando o projeto de extrema importância na caracterização do seu potencial para a comunidade agrícola. O Instituto Federal Catarina, campus Rio do Sul vem realizando esse estudo nos últimos 03 anos, tornando um polo no estudo da nogueira pecan, auxiliando diretamente com os agricultores que cultivam a espécie.

Objetivos

  • Avaliar a adaptabilidade e produtividade da cultura da noz pecan, em sistema de cultivo agroecológico, na região do Alto Vale do Itajaí.
  • Analisar o crescimento da cultura diante os elementos climáticos.
  • Elaborar práticas de manejo da cultura junto com os alunos do técnico e posteriormente realização de dia de campo para os agricultores da região Alto Vale do Itajaí, SC.

Como a atividade será realizada? (Metodologia)

O projeto vai para o seu quarto ano consecutivo, é realizado no pomar experimental de nogueira pecã no IFC, Rio do Sul, no setor da AGRI II. O pomar possui 100 árvores, e estão sendo avaliadas quatro variedades de nogueira pecan: a Imperial, Comum, Barton e Melhorada. São realizadas práticas de manejo mensalmente, e avaliação física das plantas semestralmente. São avaliadas aspectos da fenologia, variabilidade e produção em ramos de todas as variedades. O projeto tem como colaboradores o Prof. Claudio Keske, Denise Fernandes e Flávia Queiroz, além dos técnicos do IFC.

PRODUTIVIDADE E RENDIMENTO DE BRÓCOLIS COM DIFERENTES DOSES DE BIOFERTILIZANTE ORGÂNICO NA REGIÃO DO ALTO VALE DO ITAJAÍ – SC


CARGA HORÁRIA: 04 horas
DATA DE INÍCIO DA ATIVIDADE: 05/05/2017
DATA DE TÉRMINO DA ATIVIDADE: 31/12/2017
ALUNO: ORLANDO e DIONATA

Descrição/Justificativa

O brócolis (Brassica oleracea L.) é uma hortaliça reconhecida pelas propriedades anticancerígenas, possuindo quantidades elevadas de oxidantes, como a vitamina A, C, E e minerais (Ca e Mg). Atualmente, com aumento da preocupação por qualidade de saúde os alimentos produzidos naturalmente sendo livre de produtos químicos vêm ganhando espaço. Grande parte da energia na agricultura orgânica vem dos microrganismos, plantas, animal e esterco. Os biofertilizantes orgânicos são uma forma de aporte de energia biológica através de microrganismos, gerando nutrientes ao sistema, aumentando o nível de produtividade das culturas. Não existe pesquisas sobre o uso de biofertilizantes com a cultura do brócolis, sendo de extrema relevância cientifica para a comunidade da região do Alto Vale do Itajaí, SC.

Objetivos

Avaliar o desenvolvimento e rendimento de produção de brócolis variedade de cabeça única sobre diferentes dosagens de biofertilizante orgânico na região do Alto Vale do Itajaí, SC.

Como a atividade será realizada? (Metodologia)

O projeto será desenvolvido no Instituto Federal Catarinense, Campus Rio do Sul. O biofertilizante orgânico utilizado será constituído de água, esterco bovino, cinzas de lenha, leite bovino e melaço, seguindo as recomendações técnicas descritas por RIVEIRA (2007). O delineamento experimental será em blocos ao acaso (DBC) contendo quatro tratamentos e quatro repetições, resultando dezesseis unidades experimentais. Os tratamentos serão diferentes concentrações de calda do biofertilizante diluídas em água, sendo: testemunha quando sem aplicação de biofertilizante 0,0 % (T0); 2,5 % de biofertilizante (T1); 5,0 % de biofertilizante (T2); e 10,0 % de biofertilizante (T3). O brócolis será encaminhada ao laboratório para as análises morfológicas e testes estatísticos.

AVALIAÇÃO DE DIFERENTES FILMES PLÁSTICOS NO DESENVOLVIMENTO E PRODUÇÃO DO MORANGO NA REGIÃO DO ALTO VALE DO ITAJAÍ, SC.

 CARGA HORÁRIA: 04 horas
DATA DE INÍCIO DA ATIVIDADE: 01/09/2017
DATA DE TÉRMINO DA ATIVIDADE: 31/12/2017
ALUNO: NATANE

Descrição/Justificativa
O morango (Fragaria vesca L.) pertence à família das Rosáceas, é a mais importante entre as chamadas pequenas frutas, apresenta altas produções em pequenas áreas e um rápido retorno econômico, tornando essa cultura viável principalmente para os pequenos produtores. A utilização do ambiente protegido, na produção de morangos proporciona diversas vantagens, em que se destaca a proteção da cultura a ataques de pragas e doenças assim como das condições climáticas. No entanto, a barreira imposta pelo filme plástico dificulta o acesso de polinizadores às flores, sendo assim não foram encontrados trabalhos relacionados a esse sistema de produção no alto Vale do Itajaí-SC serão analisados o desenvolvimento e a produção do morango com a utilização de filmes plásticos.

Objetivos
O objetivo desta pesquisa será avaliar o desempenho diferentes filmes plásticos no desenvolvimento e produção do morango na região do Alto Vale do Itajaí, SC.

Como a atividade será realizada? (Metodologia)
O experimento será conduzido no Instituto Federal Catarinense, Campus Rio do Sul, no setor da agroecologia, no período de março a dezembro de 2017. Serão utilizados na pesquisa 03 (três) tratamentos, sendo: T01 –  testemunha (sem filme); T02 – Filme transparente; T3 –  Filme verde. O delineamento experimentos dos 03 tratamentos será de blocos casualizados, com 03 repetições. Cada parcela apresentará 1 m2 com 12 plantas, totalizando 108 plantas. Serão analisadas no laboratório de biologia do IFC as seguintes variáveis: peso do fruto, coloração, deformação, diâmetro, comprimento, pH, acidez titulável, vitamina C, flavonoides, antocianinas e grau brix. Os dados serão tabulados e analisados em planilhas do Excel. Será realizada análise estatística tukey 5%.

AREA MORANGOS

INCIDÊNCIA DE PLANTAS DANINHAS EM DIFERENTES TIPOS DE TRATAMENTOS E VERIFICANDO O DESENVOLVIMENTO DO ALFACE

CARGA HORÁRIA: 04 horas

DATA DE INÍCIO: 07/04/2017
DATA DE TÉRMINO DA ATIVIDADE: 01/06/2017
ALUNO: José Carlos Kusma
 Descrição/Justificativa
A alface é cultivada no Brasil e no mundo servindo como fonte de alimentação para pessoas que desejam ser mais saudáveis, pois disponibilizam para o corpo grande quantidade de água; vitaminas, sais minerais e fibras; regulam o intestino dentre outros benefícios que são oferecidos. A alface é a cultura folhosa mais consumida no Brasil e 3º hortaliça em volume de produção. O excesso de plantas daninhas podem acarretar prejuízos na produção da cultura, podendo haver perdas elevadas conforme a quantidade de plantas invasoras presentes na área implantada com alface, neste âmbito para solucionar o problema está relacionado com a quantidade de luminosidade que o solo está recebendo durante o dia, o que proporciona a utilização de filme plástico sobre o canteiro para impedir a germinação de sementes de plantas invasoras.

 Objetivos

  • Verificar a quantidade de plantas daninhas presentes na cultura da alface;
  • Verificar o desenvolvimento da alface em áreas que possuem elevado grau de plantas daninhas;
  • Detalhamento dos resultados obtidos;

 Como a atividade será realizada? (Metodologia)
O experimento está implantado no Instituto Federal Catarinense, Campus Rio do Sul. Sendo implantado em 15 lotes com três tratamentos diferentes utilizando filme preto e transparente e lotes sem filme plástico para servir como testemunha em relação aos outros lotes. Serão realizadas contagens das folhas do alface semanalmente para verificar o desenvolvimento em áreas que possuem alta infestação de plantas daninhas. Chegando ao ponto de colher a alface serão retiradas os filmes pretos e transparentes juntamente com a área sem tratamento, serão coletadas as ervas daninhas separadamente e transferidas para o laboratório do Campus para verificar o volume, massa e quantidade de plantas invasoras por lote.

LEVANTAMENTO DA INFLUÊNCIA DO USO DE AGROTÓXICOS NA SAÚDE DE AGRICULTORES DO ALTO VALE DO ITAJAÍ-SC

CARGA HORÁRIA: 04 horas
DATA DE INÍCIO: 01/03/17
DATA DE TÉRMINO DA ATIVIDADE: 01/03/19
ALUNO: Bruna Assis
Descrição/Justificativa
Desde o século XIX, os adubos minerais, ou químicos e agrotóxicos para controle de pragas começaram a ser utilizados na Europa. No início do mesmo século, o seu uso progrediu nos países industrializados, mas ganhou força após a Segunda Guerra Mundial. Esse imenso desenvolvimento tornou-se possível pela multiplicação das fontes extrativas e pelo desenvolvimento das indústrias de transformação ou de síntese desses adubos. O aumento considerável do rendimento por hectare das culturas ao longo das décadas resulta no aumento do uso de agrotóxicos possibilitando uma investigação acima destes produtos. Alguns foram retirados do mercado, já que descobriram características altamente negativas para a saúde humana e animal. A toxidade pode ser dividida em crônica e aguda. Ou seja, o organismo logo reage mostrando sintomas pela toxidade, muito comum entre agricultores e pessoas que trabalham em indústria de formulações, também em pessoas ou animais que acidentalmente se contaminaram. Os sintomas poderão ser fatais ou reversível dependendo da dose. A intoxicação crônica caracteriza-se por surgimento tardio, em meses ou anos, por exposição pequena ou moderada a produtos tóxicos, acarretando em danos irreversíveis.

Objetivos

  • Avaliar a exposição de agricultores a agrotóxicos e possíveis efeitos causados na sua saúde.

Como a atividade será realizada?
Inicialmente, alunos do curso de Agronomia do IFC Rio do Sul, cujas famílias trabalham na agricultura, responderão um questionário referente a alguns aspectos sociais, e ao uso de defensivos agrícolas e possíveis casos de intoxicação em suas famílias. Após esta etapa, será escolhida um tipo de cultivar frequente na região para analisar os impactos dos agrotóxicos utilizados naquela determinada cultura na saúde humana, através de um levantamento de casos de intoxicação e de sintomas associados à exposição aguda e crônica

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2015

AVALIAÇÃO DA INCIDÊNCIA DE RACHADURAS NA RAIZ DE RABANETES PRODUZIDOS COM USO DE COBERTURA VEGETAL.

Bolsista: Iago Weber Pitz
Professor Orientador: Moacir Gubert Tavares
Professor Colaborador: Leonardo Neves

Situação: Em desenvolvimento

Objetivo: O objetivo deste projeto é a avaliação da incidência de rachaduras na raiz de rabanetes produzidos com uso de cobertura morta. A rachaduras em rabanetes pode apresentar-se de forma radical em certas regiões ou épocas do ano devido a oscilação hídrica brusca. A falta de resistência da espécie diante destas condições gera perdas econômicas que poderiam ser facilmente evitadas. Entre uma das opções a ser explorada se encontra o uso de cobertura morta na produção de rabanetes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

EFEITO DE COBERTURA SOLO SOBRE O DESEMPENHO DA CENOURA EM CULTIVO ORGÂNICO.

Bolsista: Jeferson Ieler
Professor Orientador: Leonardo Neves
Professor Colaborador: Robinson  Oliveira

Situação: Em desenvolvimento

Objetivo: O objetivo deste projeto será analisar e quantificar através da utilização de diferentes coberturas o rendimento vegetativo e a qualidade da cenoura em diferentes estádios fenológicos.

Este slideshow necessita de JavaScript.


2012 – 2013

Avaliação do inicio de epidemia de míldio da cebola (Peronospora destructor) em diferentes cultivares cultivados no Alto Vale do Itajaí/SC

Descrição: Verificar o inicio da ocorrência de epidemia nas condições do Alto Vale do Itajaí- SC em diferentes cultivares de cebola.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Integrantes: Leandro Luiz Marcuzzo – Coordenador / Katiani Eli – Integrante.

Biodiversidade de moscas-das-frutas (Diptera, Tephritidae) no campus do Instituto Federal Catarinense, Rio do Sul, Santa Catarina.

Descrição: Levantamento de espécies de moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) no pomar de citros do Instituto Federal Catarinense. Neste projeto serão realizadas coletas de moscas utilizando frascos caça-mosca do tipo McPhail para determinação das espécies que ocorrem no campus Rio do Sul.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Integrantes: Fernando Joly Campos – Coordenador / Claudio Roberto Franco – Integrante / Leandro Dalpra – Integrante / Katiani Eli – Integrante.

Utilização de inseticidas microbianos para o controle de Thrips tabaci (Thysanoptera: Thripidae) na cultura da cebola


Descrição:
Neste projeto será avaliada a eficiência de formulações comerciais dos fungos entomopatogênicos Metarhizium anisopliae, Beauveria bassiana e Lecanicillium longisporum no controle do tripes da cebola Thrips tabaci (Linderman, 1888) (Thysanoptera: Thripidae).

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Integrantes: Fernando Joly Campos – Coordenador / Anderson Scheidt – Integrante / Katiani Eli – Integrante.

Análise Da Distribuição Da Frequência De Precipitação Em Diferentes Intervalos De Classes Para Ituporanga SC


Descrição:
A precipitação é um dos elementos climáticos que exerce maior influência sobre as condições ambientais. A frequência da distribuição da precipitação segue tendências anuais, assim estimativas desta podem ser realizadas com base em dados históricos. O presente trabalho tem como objetivo analisar a frequência de precipitação anual do município de Ituporanga SC em diferentes intervalos de classe levando em conta dados de 22 anos.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Integrantes: Leonardo de Oliveira Neves – Integrante / Evandro C. de Oliveira – Integrante / Elizabete Fernandes – Integrante / Katiani Eli – Coordenador.

Análise Da Distribuição Da Frequência De Precipitação Em Diferentes Intervalos De Classes Para Pouso Redondo SC


Descrição:
A precipitação é um dos elementos climáticos que exerce maior influência sobre as condições ambientais. A frequência da distribuição da precipitação segue tendências anuais, assim estimativas desta podem ser realizadas com base em dados históricos. O presente trabalho tem como objetivos analisar a frequência de precipitação anual do município de Pouso Redondo SC em diferentes intervalos de classe levando em conta dados de 68 anos.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Integrantes: Leonardo de Oliveira Neves – Integrante / Evandro C. de Oliveira – Integrante / Elizabete Fernandes – Integrante / Katiani Eli – Coordenador.

2010 – 2012

Extensão e Pesquisa Aplicada em Fruticultura
Descrição: O presente trabalho tem por objetivo, elevar o nível tecnológico da fruticultura familiar da região, especialmente produtores da região do Vale do Itajaí, incentivar a busca de alternativas de renda para agricultores, realizar treinamentos, avaliar e indicar para cultivo  novas cultivares que tenham boa qualidade para consumo in natura, fomentar e difundir o cultivo orgânico, com utilização de técnicas ecologicamente aceitas e corretas para propriedades familiares.

Situação: Em andamento; Natureza: Extensão/Pesquisa.
Integrantes: Claudio Keske – Coordenador / Katiani Eli – Integrante/ Célito Rafael H.- Integrante/Jaqueline Sardo- Integrante.

2011- 2012

Análise da variabilidade da Umidade Relativa do ar para o município de Ituporanga/SC

Descrição: Testar e parametrizar um modelo físico-matemático para simular a umidade relativa do ar para o município de Ituporanga/SC..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Integrantes: Roberto Haveroth – Integrante / Leonardo de Oliveira Neves – Integrante / Evandro Chaves de Oliveira – Integrante / Joabe Weber Pitz – Coordenador.

2011- 2015

Previsão do Tempo para o Município de Rio do Sul


Descrição
: Elaboração de previsão do tempo para o município de Rio do Sul através de mapas de satélite disponibilizados no site do CPTEC/INPE..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Integrantes: Isaac Weber Pitz – Integrante / Leonardo de Oliveira Neves – Integrante / Evandro Chaves de Oliveira – Integrante / Joabe Weber Pitz – Coordenador.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s